Comportamento e Particularidades da Produção Acadêmica do Tema “Contabilidade Gerencial” Divulgada na Base de Dados do ISI WEB of Science Core Collection de 1985 a 2014

Henrique César Melo Ribeiro, Vanessa Carvalho Miranda Tavares

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar o comportamento e as particularidades da produção acadêmica do tema Contabilidade Gerencial divulgada no ISI Web of Science Core Collection de 1985 a 2014. Metodologicamente, esta pesquisa utilizou as técnicas de análise bibliométrica e sociométrica. Os principais resultados foram: evolução do tema a partir de 2007; Accounting, Organizations and Society e Management Accounting Research, que foram os periódicos que mais publicaram sobre o tema “Contabilidade Gerencial”; Lukka, K. foi o autor mais profícuo; University of Turku foi a instituição que se destacou; e os Estados Unidos da América ficou em ênfase na produção do citado tema. Em relação às redes de coautoria, observou-se a sua baixa densidade de grau, impactando em uma alta centralidade de grau, tanto no que se refere ao degree como também ao betweenness. E os temas que ficaram em evidência neste estudo foram: educação; ensino e pesquisa contábil; gestão de custos; controle de gestão; gestão estratégica; e sistema de contabilidade gerencial. Conclui-se de maneira macro que este estudo evidenciou informações inerentes e contemporâneas sobre o tema “Contabilidade Gerencial”, enfocando em suas nuances o comportamento e as particularidades de sua produção acadêmica, divulgada no ISI Web of Science Core Collection de 1985 a 2014.

Palavras-chave


Contabilidade gerencial; Produção acadêmica; Periódicos internacionais; Bibliometria; Sociometria

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH (English)

Referências


Bar-Ilan, J. (2008). Which h-index? A comparison of WoS, Scopus and Google Scholar. Scientometrics, 74(2), pp. 257-271. doi: 10.1007/s11192-008-0216-y.

Barros, L. P. de S., Schekaiban, N. F. C., Gomes, J. S., & Feliu, V. R. (2008). Estudo comparativo na área de contabilidade gerencial entre Brasil, México e Espanha. Revista Iberoamericana de Contabilidad de Gestión, (12), pp. 13-36.

Beuren, I. M., & Nascimento, S. do. (2014). Perfil dos artigos de contabilidade gerencial da accounting, organizations and society publicados de 2005 a 2009. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 11(4), pp. 332-346. doi: 10.4013/base.2014.114.05.

Beuren, I. M., & Oro, I. M. (2014). Relação entre estratégia de diferenciação e inovação, e sistemas de con¬trole gerencial. Revista de Administração Contemporânea, 18(3), pp. 285-310. doi: 10.1590/1982- 7849rac20141394.

Beuren, I. M., & Hall, R. J. (2014). Perfil dos artigos que utilizaram a estratégia do estudo de caso em pes¬quisas sobre a prática da contabilidade gerencial. Revista de Administração, Contabilidade e Eco¬nomia, 13(1), pp. 219-248.

Beuren, I. M., & Macohon, E. (2011). Institucionalização de hábitos e rotinas na contabilidade gerencial à luz da teoria da contingência: Um estudo em indústrias de móveis em São Bento do Sul. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, 10(1-2), pp. 78-91.

Beuren, I. M., & Erfurth, A. E. (2010). Pesquisa em contabilidade gerencial com base no futuro realizada no Brasil. Contabilidade, Gestão e Governança, 13(1), pp. 44-58.

Borba, J. A., Murcia, F. D. R., Rover, S., & Souza, F. C. de (2009). Paradigma atual da ciência contábil: per¬cepção de docentes de universidades norte-americanas em relação à pesquisa em contabilidade. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 3(1), pp. 65-86. doi: 10.17524/repec.v3i1.41.

Borba, J. A., & Murcia, F. D. R. (2006). Opportunities for research and publication in accounting: a preli¬minary study on academic journals published in english and available at the CAPES’s basis. Brazi¬lian Business Review, 3(1), pp. 86-101. doi: 10.15728/bbr.2006.3.1.7.

Bornmann, L. (2010). Mimicry in science? Scientometrics, 86(1), pp.173-177. doi: 10.1007/s11192-010- 0222-8.

Briers, M., & Chua, W. F. (2001). The role of actor-networks and boundary objects in management ac¬counting change: a field study of an implementation of activity-based costing. Accounting, Orga¬nizations and Society, 26(3), pp. 237-269. doi: 10.1016/S0361-3682(00)00029-5.

Brizolla, M. M. B., Chiarello, T. C., & Lavarda, C. E. F. (2014). Abordagem a respeito da controladoria e contabilidade gerencial: um estudo das redes sociais publicado em periódicos internacionais. Re¬vista de Gestão e Contabilidade da UFPI, 1(1), pp. 119-140.

Caldas, M. P., & Tinoco, T. (2004). Pesquisa em gestão de recursos humanos nos anos 1990: um estudo bibliométrico. Revista de Administração de Empresas, 44(3), pp. 100-114. doi: 10.1590/S0034- 75902004000300008.

Carmo, C. R. S. do, Xavier, L. V., Pereira, V. S., & Martins, V. F. (2014). O perfil das pesquisas sobre contabi¬lidade gerencial e contabilidade de custos na pós-graduação stricto sensu da fea-usp a partir de um recorte temporal de 1998 a 2011. Revista de Administração e Contabilidade da FAT, 6(1), pp. 70-87.

Carvalho, K. L. de, Saraiva Junior, A. F., Frezatti, F., & Costa, R. P. da. (2010). A contribuição das teorias do ciclo de vida organizacional para a pesquisa em contabilidade gerencial. Revista de Administra¬ção Mackenzie, 11(4), pp. 98-130. doi: 10.1590/S1678-69712010000400005.

Chenhall, R. H., & Morris, D. (1986). The impact of structure, environment, and interdependence on the perceived usefulness of management accounting systems. The Accounting Review, 61(1), pp. 16-35.

Colauto, R. D., & Almeida, V. E. de. (2013). Teoria institucional associada à contabilidade gerencial: estu¬do bibliométrico 2009-2012. Revista Ciências Sociais em Perspectiva, 12(22), pp. 1-21.

Cronin, B. (2001). Bibliometrics and beyond: some thoughts on web-based citation analysis. Journal of Information Science, 27(1), pp. 1-7. doi: 10.1177/016555150102700101.

Cruz, A. P. C. da, Espejo, M. M. dos S. B., Gassner, F. P., & Walter, S. A.. (2010). Uma análise do desenvol¬vimento do campo de pesquisa em contabilidade gerencial sob a perspectiva colaborativa mapeada em redes sociais. Revista Contabilidade Vista & Revista, 21(2), pp. 95-120.

Cruz, C., & Ribeiro, U. (2003). Metodologia científica: teoria e prática. Rio de Janeiro: Axcel Books.

Cunha, P. R. da, Santos, V. dos, & Beuren, I. M. (2015). Artigos de periódicos internacionais que relacio¬nam teoria institucional com contabilidade gerencial. Revista Perspectivas Contemporâneas, 10(2), pp. 01-23.

Da Silva, M. Z., & Beuren, I. M. (2015). Contabilidade gerencial em hospitais: análise bibliométrica de ar¬tigos publicados no período 1950 a 2011. Alcance, 22(1), pp. 80-104. doi: alcance.v22n1.p80-104.

Daim, T. U., Rueda, G., Martin, H., & Gerdsri, P. (2006). Forecasting emerging technologies: Use of bi¬bliometrics and patent analysis. Technological Forecasting and Social Change, 73(8), pp. 981-1012. doi: 10.1016/j.techfore.2006.04.004.

El-Maamiry, A. A., & Abid Ghauri, M. (2013). Measuring Information Quality: Concerns on the Use of Bibliometric Studies. International Journal of Information Dissemination & Technology, 3(4), pp. 274-278.

Falagas, M. E., Pitsouni, E. I., Malietzis, G. A., & Pappas, G. (2008). Comparison of PubMed, Scopus, web of science, and Google scholar: strengths and weaknesses. The Faseb Journal, 22(2), pp 338-342. doi: 10.1096/fj.07-9492LSF.

Galaskiewicz, J., & Wasserman, S. (1994). Advances in social network analysis: Research in the social and behavioral sciences. Sage Publications.

Glänzel, W., Debackere, K., Thijs, B., & Schubert, A. (2006). A concise review on the role of author self¬-citations in information science, bibliometrics and science policy. Scientometrics, 67(2), pp. 263- 277. doi: 10.1007/s11192-006-0098-9.

Guerreiro, R., Cornachione Júnior, E. B., & Soutes, D. O. (2011). Empresas que se destacam pela quali¬dade das informações a seus usuários externos também se destacam pela utilização de artefatos modernos de contabilidade gerencial? Revista Contabilidade & Finanças, 22(55), pp. 88-113. doi: 10.1590/S1519-70772011000100006.

Guerreiro, R., Frezatti, F., Lopes, A. B., & Pereira, C. A. (2005). O entendimento da contabilidade geren¬cial sob a ótica da teoria institucional. Organizações & Sociedade, 12(35), pp. 91-106. doi: 10.1590/ S1984-92302005000400005.

Guimarães, T. de A., Gomes, A. de O., Odelius, C. C., Zancan, C., & Corradi, A. A. (2009). A rede de pro¬gramas de pós-graduação em administração no Brasil: análise de relações acadêmicas e atributos de programas. Revista de Administração Contemporânea, 13(4), pp. 564-582. doi: 10.1590/S1415- 65552009000400004.

Guz, A. N., & Rushchitsky, J. J. (2009). Scopus: A system for the evaluation of scientific journals. Interna¬tional Applied Mechanics, 45(4), pp. 351-362. doi: 10.1007/s10778-009-0189-4.

Hayashi, M. C. P. I., Hayashi, C. R. M., Silva, A. M., & Maycke, Y. de. (2007). Um estudo bibliométrico da produção científica sobre a educação jesuítica no Brasil colonial. Biblios: Revista Electrónica de Bi¬bliotecología, Archivología y Museología, 8(27), pp. 1-18.

Hid, D. S., Nascimento, C., & Oliveira, D. A. (2012). Análise das publicações internacionais relacionadas ao desenvolvimento sustentável na área de administração: uma análise bibliométrica da produção científica. Administração: Ensino e Pesquisa, 13(4), pp. 653-671. doi: 10.13058/raep.2012.v13n4.77.

Hoffman, D. L., & Holbrook, M. B. (1993). The intellectual structure of consumer research: a bibliome¬tric study of author cocitations in the first 15 years of the journal of consumer research. Journal of Consumer Research, 19(4), pp. 505-517. doi: 10.1086/209319.

Hopp, J. C., & Leite, H. D. P. (1988). O crepúsculo do lucro contábil. Revista de Administração de Empre¬sas, 28(4), pp. 55-63. doi: 10.1590/S0034-75901988000400007.

Kremer, A., Da Luz, M. B. L., Suave, R., & Lunkes, R. J. (2014). Pesquisa científica em contabilidade ge¬rencial: um estudo em periódicos de negócios. Revista de Contabilidade da UFBA, 8(1), pp. 54-69.

Küpper, H. U. (2009). Investment‐based cost accounting as a fundamental basis of decision‐oriented ma¬nagement accounting. Abacus, 45(2), pp. 249-274. doi: 10.1111/j.1467-6281.2009.00284.x.

Luft, J., & Shields, M. D. (2003). Mapping management accounting: graphics and guidelines for theory¬-consistent empirical research. Accounting, Organizations and Society, 28(2), pp. 169-249. doi: 10.1016/S0361-3682(02)00026-0.

Lunkes, R. J., Gasparetto, V., Schnorrenberger, D., & Rosa, F. S. (2014). Estudo descritivo sobre o desenvol¬vimento da contabilidade gerencial no Brasil sob a perspectiva da legitimidade. Advances in Scien¬tific and Applied Accounting, 7(1), pp. 97-121. doi: 10.14392/asaa.2014070104.

Lunkes, R. J., Feliu, V. R., Borba, A. J., Rosa, F. S. (2012). Análise quantitativa da produção e da formação de doutores em contabilidade gerencial: um estudo no cenário espanhol. Revista Universo Contá¬bil, 8(2), pp. 118-133. doi: 10.4270/ruc.2012216.

Lunkes, R. J., Feliu, V. M. R., & Rosa, F. S. da. (2012). Pesquisa científica em contabilidade gerencial: estu¬do comparativo entre Espanha e Brasil. Contaduría y Administración, 57(2), pp. 159-184.

Lunkes, R. J., Rosa, F.S., Gasparetto, V. & Baldoino, E. (2011). Análise da produção científica e formação de doutores em contabilidade gerencial: um estudo no cenário brasileiro. Advances in Scientific and Applied Accounting, 4(3), pp. 361-378.

Mendes-da-Silva, W., Onusic, L. M., & Giglio, E. M. (2013). Rede de pesquisadores de finanças no Bra¬sil: um mundo pequeno feito por poucos. Revista de Administração Contemporânea, 17(6), pp. 739-763.

Michels, C., & Schmoch, U. (2014). Impact of bibliometric studies on the publication behaviour of au¬thors. Scientometrics, 98(1), pp. 369-385. doi: 10.1007/s11192-013-1015-7.

Moreno, J. L. (1993). Psicodrama. São Paulo: Ed. Cultrix.

Moreno, J. L. (1992). Quem sobreviverá?–Fundamentos da sociometria, psicoterapia de grupo e socio¬drama (Who shall Survive? Foundations of Sociometry, Group Psychotherapy and Sociodrama).

Moreno, J. L., Bouza, J. G., & Karsz, S. (1962). Fundamentos de la sociometría. Paidós.

Moreno, J. L. (1951). Sociometry, experimental method and the science of society. an approach to a new political orientation. Beacon House, Beacon, New York.

Murcia, F. D. R., & Borba, J. A. (2008). Possibilites for inserting brazilian accounting research in the in¬ternational scenario: a proposal for the assessment of scientific accountancy and auditing journals published in english and available in the CAPES journal portal. Revista Contabilidade & Finanças, 19(46), pp. 30-43. doi: 10.1590/S1519-70772008000100004.

Nascimento, A. R. do, Junqueira, E., & Martins, G. de A. (2010). Pesquisa acadêmica em contabilidade gerencial no Brasil: análise e reflexões sobre teorias, metodologias e paradigmas. Revista de Admi¬nistração Contemporânea, 14(6), pp. 1113-1133. doi: 10.1590/S1415-65552010000700008.

Oliveira, E. K. F. de, & Boente, D. R. (2012). Análise bibliométrica da produção científica recente sobre contabilidade gerencial. Revista Organizações em Contexto, 8(15), pp. 199-212. doi: 10.15603/1982- 8756/roc.v8n15p199-212.

Oliveira, L. B. de., & Ávila, M. G. (1999). Descentralização em unidades de negócio: o caso de uma empre¬sa do setor financeiro. Revista de Administração Contemporânea, 3(1), pp. 127-146. doi: 10.1590/ S1415-65551999000100008.

Padoveze, C. L. (1999). O papel da contabilidade gerencial no processo empresarial de criação de valor. Caderno de Estudos, (21), pp. 01-16. doi: 10.1590/S1413-92511999000200003.

Pádua, E. M. M. de. (2004). Metodologia da pesquisa: abordagem teórico-prática. 10ª. ed. Campinas: Pa¬pirus.

Ribeiro, H. C. M. (2015). Particularidades da produção acadêmica publicada na revista de administra¬ção e contabilidade da unisinos no período de 2004 a 2014. Revista Contabilidade Vista e Revista, 26(3), pp. 80-105.

Ribeiro, H. C. M., Costa, B. K., & Ferreira, M. P. (2015). Governança corporativa nos esportes: análise dos últimos 23 anos de produção acadêmica em periódicos internacionais. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 12(2), pp. 135-154 doi: 10.4013/base.2015.122.05.

Ribeiro, H. C. M. (2014a). Corporate governance versus corporate governance: an international review: uma análise comparativa da produção acadêmica do tema governança corporativa. Revista Con¬temporânea de Contabilidade, 11(23), pp. 95-116. doi: 10.5007/2175-8069.2014v11n23p95.

Ribeiro, H. C. M. (2014b). Produção acadêmica dos temas governança corporativa e sustentabilidade: uma análise dos últimos 14 anos nos periódicos internacionais. Revista Economia & Gestão, 14(35), pp. 5-34.

Ribeiro, H. C. M. (2014c). Quinze anos de produção acadêmica do tema contabilidade internacional: uma análise bibliométrica em periódicos brasileiros. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), pp. 326-343. doi: 10.17524/repec.v8i3.1079.

Ribeiro, H. C. M. (2013). Contribuição do congresso USP ao estudo da área temática controladoria e contabilidade gerencial: uma bibliometria. Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 12(2), pp. 709-746.

Ribeiro, H. C. M., Cirani, C. B. S., & Freitas, E. J. da S. M. de. (2013). Análise da produção científica da Revista de Administração e Inovação. Revista de Administração e Inovação, 10(4), pp. 208-228. doi: 10.5773/rai.v10i4.1139.

Ribeiro, R. R. M., & Espejo, M. M. dos S. B. (2013). Evolução das pesquisas em contabilidade gerencial: uma análise das opções temáticas em teses e dissertações no Brasil. Enfoque: Reflexão Contábil, 32(1), pp. 49-63. doi: 10.4025/enfoque.v32i1.18114.

Riccio, E. L., Mendonça Neto, O. R. D., & Sakata, M. C. G. (2007). Movimentos de teorias em campos in¬terdisciplinares: a inserção de Michel Foucault na contabilidade. Revista de Administração Con¬temporânea, 11(SPE2), pp. 11-32. doi: 10.1590/S1415-65552007000600002.

Rocha, W., & Guerreiro, R. (2010). Desenvolvimento de modelo conceitual de sistemas de custos: um en¬foque institucional. Revista de Contabilidade e Organizações, 4(8), pp. 24-46. doi: 10.11606/rco. v4i8.34757.

Rossoni, L., ¨& Guarido Filho, E. R. (2009). Cooperação entre programas de pós-graduação em adminis¬tração no Brasil: evidências estruturais em quatro áreas temáticas. Revista de Administração Con¬temporânea, 13(3), pp. 366-390. doi: 10.1590/S1415-65552009000300003.

Rostampoor-Vajari, M. (2012). What Is Sociometry and How We Can Apply It in Our Life? Advances in Asian Social Science, 2(4), pp. 570-573.

Silveira, M. A. A. da, & Bazi, R. E. R. (2010). Rede de Textos Científicos na Ciência da Informação: aná¬lise cienciométrica da institucionalização de um campo científico. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, 3(2).

Smith, D. R., & Hazelton, M. (2008). Bibliometrics, citation indexing, and the journals of nursing. Nursing & Health Sciences, 10(4), pp. 260-265. doi: 10.1111/j.1442-2018.2008.00414.x.

Souza, M. D., & Ribeiro, H. C. M. (2013). Sustentabilidade ambiental: uma meta-análise da produção bra¬sileira em periódicos de administração. Revista de Administração Contemporânea, 17(3), pp. 368- 396. doi: 10.1590/S1415-65552013000300007.

Spinak, E. (2013). Diccionario enciclopédico de bibliometría, cienciometría e informetría. Montevideo: UNESCO.

Tavares Araújo, E. A., & Castro Silva, W. A. (2010). Pesquisa científica em contabilidade gerencial nos Ananpads de 2003 a 2008. Revista Universo Contábil, 6(3), pp. 29-44. doi: 10.4270/ruc.2010320.

Teixeira, A. J. C., Gonzaga, R. P., Santos, A. de V. S. M., & Nossa, V. (2011). A utilização de ferramentas de contabilidade gerencial nas empresas do Estado do Espírito Santo. Brazilian Business Review, 8(3), pp. 108-127.

Tsai, H-H. (2013). Knowledge management vs. data mining: Research trend, forecast and citation ap¬proach. Expert Systems with Applications, 40(8), pp. 3160-3173. doi: 10.1016/j.eswa.2012.12.029.

Vieira, E., & Gomes, J. (2009). A comparison of Scopus and Web of Science for a typical university. Scien¬tometrics, 81(2), pp. 587-600. doi: 10.1007/s11192-009-2178-0.

Wanderley, C. D. A., & Cullen, J. (2012). A case of management accounting change: the political and social dynamics. Revista Contabilidade & Finanças, 23(60), pp. 161-172. doi: 10.1590/S1519- 70772012000300002.

Wasserman, S., & Faust, K. (1994). Social network analysis: methods and applications. Cambridge: Cam¬bridge University Press.

Weingart, P. (2005). Impact of bibliometrics upon the science system: Inadvertent consequences? Scien¬tometrics, 62(1), pp. 117-131. doi: 10.1007/s11192-005-0007-7.

Zauber, A. G., O’Brien, M.J., Winawer, S.J., Ho, M.N., Gottieb, L.S. & Stemberg, S.S. (2012). Colonoscopic polypectomy and long-term prevention of colorectal-cancer deaths. New England Journal of Me¬dicine, 366(8), pp. 687-696. doi: 10.1056/NEJMoa1100370.




DOI: http://dx.doi.org/10.17524/repec.v11i1.1478

Creative Commons License
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.


ISSN 1981-8610

DOI 10.17524/repec

Indexação da REPeC: Indexadores e Diretórios


Endereço postal

Academia Brasileira de Ciências Contábeis (ABRACICON)

SAS Quadra 5, Bloco J, Edifício do CFC

CEP 70.070-920 - Brasília/DF - Brasil